Trio de beterraba

Quem diria que a inspiração para um prato viria do Miguel Esteves Cardoso? O herói dos anos 80, que nos fazia descobrir novos sons vindos de Londres ou gargalhar com a forma acutilante com que analisava os hábitos portugueses, acabou por se tornar numa espécie de avô bonacheirão que agora nos fala dos prazeres da boa comida.

Um destes dias, à procura de receitas que utilizassem todas as partes das belas beterrabas que crescem na horta, acabei por encontrar a fórmula ideal. Como o MEC sou fã de beterrabas: cruas, cozidas, em saladas ou sopa, bem como de aproveitar os vegetais até ao tutano – passe a expressão carnívora.

Inspirada por uma das suas crónicas culinárias, fiz então um trio de beterrabas, utilizando as folhas cozidas, os caules salteados em azeite e a raiz crua, simplesmente raspada e polvilhada com sementes de sésamo. Comprovei que folhas são realmente uma delícia e os caules também não são de desprezar (lamento que a foto do prato não lhes faça justiça).

Sendo setembro um mês de recomeços, decidi que seria a altura ideal para iniciar um estilo de vida mais saudável. Começando pela alimentação, a chave de tudo.

 

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s